3 Passos para gastar de forma mais consciente!

A grande maioria dos casos de endividamento que eu atendo nos processos de coaching, teve origem no comportamento consumista.

Não seria nenhuma novidade afirmar que o marketing, através das infinitas formas de mídia, incentiva esse comportamento.

O mesmo comportamento repetido várias vezes, se torna um mecanismo automático acionado inconscientemente.

Sendo assim, cabe a você, ser pensante, estar mais consciente na hora de fazer uma compra e não se deixar levar pelo impulso gerado pelos estímulos externos.

 

Mas como ter consciência na hora de comprar?

Comprar é uma ação e, como toda ação, para que seja feita de forma consciente requer uma reflexão, pensar antes de agir.

Deixo então 3 passos que você deveria seguir antes de comprar:

 

  • Não compre na hora.

    Todos os dias estão disponíveis superpromoções imperdíveis “Só por hoje”.Criar senso de urgência é uma das estratégias de marketing para que você compre sem pensar. Não caia nessa! Vá para casa e siga os próximos dois passos que descrevo a seguir.

  • Avalie se essa compra é uma necessidade ou um desejo.

    Ter um carro é necessidade para muitas pessoas, isso é fato. No entanto, para a maioria delas, um carro importado, 0Km, 2.0 com design esportivo pode ser um desejo e não uma necessidade.

    Da mesma forma, a bolsa é um acessório quase indispensável para mulher, no entanto, uma bolsa Louis Vuitton tende a ser um mero desejo.

  • Analise as perdas e ganhos envolvidos nessa compra.

    O que eu ganho se eu não gastar?
    O que eu perco se eu não gastar?
    Como posso minimizar o efeito dessa sensação de perda?

Gosto de citar o exemplo de uma cliente que gastava muito em restaurantes e alegava ser essa a maneira de estar mais próxima do marido.

Ao analisar as perdas e ganhos de ir menos vezes ao restaurante, ela percebeu que:

– Ganharia mais tranquilidade ao poupar dinheiro e não ter problemas no final do mês. Além disso, poderia usar o dinheiro excedente para investir ou até mesmo comprar outras coisas realmente necessárias.

– A perda de desfrutar daquele momento com seu marido poderia ser minimizada se ela substituísse esse passeio por ouras atividades como preparar um jantar romântico em casa, fazer caminhadas ao ar livre, e muitas outras possibilidades.

Não necessariamente a decisão final será não comprar, e nem precisa ser assim! Pode ser que você realmente tenha necessidade de comprar aquele par de sapatos novos para um evento específico. Mas, com certeza, se decidir comprar após ter seguido esses 3 passos, sua compra não será inconsciente e você não mais alimentará o comportamento automático de consumo.

Espero ter ajudado!

Beijinhos,
Patricia Panochia
Coach de Vida Financeira

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *