O que é empoderamento feminino?

O termo “empoderamento feminino” tem tido uma ascensão grande nos dias atuais, reflexo do quanto estamos querendo mudar nossa própria realidade.

 

 

A imagem acima mostra o aumento da busca no Google por “empoderamento feminino” nos últimos 5 anos.

Onde surgiu o empoderamento feminino?

A palavra em inglês empowerment surgiu próximo da década de 60 e 70 do século passado, porém só foi agregado um conceito específico com o livro da Barbara Solomon, Black Empowerment: Social Work in Oppressed Communities.

 

“Barbara Solomon vai discutir as dificuldades de se desenvolver trabalhos sociais voltadas às pessoas pretas dos Estados Unidos, e por que isso acontece. Ela explica que todos os anos de valoração negativa de pessoas pretas — em outras palavras, o racismo — afetaram significativamente a forma como pessoas pretas, individualmente e em grupo, se enxergam, se relacionam, se expressam, adquirem e lidam com conhecimento… e isso leva à incapacidade de tomar decisões por si, pensando no que é melhor para si e para sua comunidade — mas o que é realmente melhor, não aquilo que nos dizem ser melhor.”

Retirado do QG Feminista

 

Paulo Freire também falou de empoderamento em uma de suas obras e definiu que a pessoa, grupo ou instituição empoderada é aquela que realiza, por si mesma, as mudanças e ações que a levam a evoluir e se fortalecer.

Ao contrário de alguns lugares dizerem que o empoderamento é um movimento que dá permissão a certos grupos, Paulo Freire resignifica a palavra empoderamento e diz que o empoderamento é um movimento que acontece internamente, só podemos nos empoderar quando nos percebermos quanto pessoas individuais, mulheres etc.

 

Afinal, o que é empoderamento feminino então?

Levando em consideração, os significados que Paulo Freire deu a palavra empoderamento:

“Empoderada é aquela que realiza, por si mesma, as mudanças e ações que a levam a evoluir e se fortalecer.”

O empoderamento feminino busca dar poder a mulher perante individuo e sociedade, mas não é uma simples troca de poder, não é algo que acontece de fora para dentro, a ideia do empoderamento feminino é que a mulher tome consciência de sua força e de seus valores para que possa colocar sua verdade no mundo e viver numa realidade sem desigualdade.

Falando em desigualdade, quando falamos em empoderamento feminino é importante que lutemos para mudar nossa própria realidade, mas também é importante que não esqueçamos de todas as outras mulheres que precisam se libertar das algemas e padrões que são dados a elas.

 

 

O empoderamento feminino quanto individuo é importante para que possamos nos enxergar como a mulher incrível e forte que somos, mas não podemos esquecer que tem um mundo de mulheres que precisam desse empoderamento na realidade e que não tem acesso a isso.

O empoderamento feminino fala também sobre autoaceitação, entender que você é diferente de outras mulheres, do que os padrões impostos e está tudo bem!

Você não precisa ser igual, não precisa ter o corpo da moda, você precisa se aceitar e isso não quer dizer também, que você não possa mudar, mas que a mudança aconteça de fora para dentro e não o contrário.

 

A importância do autoconhecimento para o empoderamento feminino

 

 

O autoconhecimento é o conhecimento de si mesmo, é tomar consciência de nossas dores, fraquezas, sombras e valores para que assim, possamos ser pessoas melhores e mais felizes para nós mesmas e para o mundo.

Se entrarmos no caminho do autoconhecimento e conseguirmos entender quem somos como indivíduos, pode haver (provavelmente) um processo de empoderamento, pois tomamos posse de quem somos verdadeiramente.

Acredito que o autoconhecimento e empoderamento feminino podem andar lado a lado como aliadas, pois se de um lado o autoconhecimento serve para nos olharmos e percebermos quem somos como indivíduos, do outro o empoderamento feminino nos dá também mais consciência e voz da importância de ser mulher numa sociedade em que o machismo ainda sobrevive.

Se com o autoconhecimento abrimos os olhos para nós mesmas, o empoderamento feminino faz também o mesmo processo, porém de forma que possamos olhar nossas dores e valores quanto mulheres e valorizarmos nossa própria feminilidade para que possamos quebrar paradigmas numa sociedade que é cheia deles.

Empoderamento feminino e a sororidade

O empoderamento feminino deve acontecer dentro de nós para que possamos criar alternativa para dar voz para outras mulheres.

Quando nos empoderamos é comum ter mais sororidade com outras mulheres, pois ocorre o processo de empatia (Se colocar no lugar de outra mulher) mais facilmente, pois já estamos mais conscientes das individualidades do “ser mulher” na sociedade atual.

A sororidade também vai contra a uma cultura que foi imposto para nós a tanto tempo, de que precisamos ser rivais umas das outras e que não é real, não tem cabimento.

Sororidade é você olhar para outra mulher com respeito, com empatia e sem reprodução de machismo. Sororidade é você saber que pode não entender a dor da outra mulher, mas pode estender sua mão para mostrar a ela que ela não está sozinha.

Com o empoderamento feminino, podemos perceber o quão importante é a troca de experiências e histórias com outras mulheres, por isso, hoje em dia, não é difícil ver no facebook, grupos de mulheres que se apoiam sejam por conta de relacionamentos abusivos, sejam para falar sobre desenvolvimento feminino ou para trocarem informações de vagas no mercado de trabalho.

Essa união é uma das coisas que o empoderamento feminino tem de melhor, pois percebendo que tem mulheres que sofrem as mesmas dores que nós e que sente alegria pelas mesmas coisas, podemos perceber que tem muito a ser feito, mas que também podemos ir juntas.

 

Se seu empoderamento não está te trazendo sororidade com outras mulheres, talvez vale a reflexão sobre o que é empoderamento feminino pra você.

 

O empoderamento feminino e a ONU

 

A ONU Mulheres e o Pacto Global criaram os “Princípios de empoderamento das mulheres”, por saberem da importância da igualdade no crescimento da economia e do desenvolvimento humano.

Esses princípios foram feito para que as empresas equilibrem seus esforços nesses 7 principios para que assim haja mais igualdade entre homens e mulheres.

Eles disponibilizam também um PDF onde você pode saber mais sobre a iniciativa e também como implementar esses princípios na prática em sua empresa e/ou comunidade.

Além disso, a ONU Mulheres possui um site cheio de informações sobre igualdade, iniciativas feitas para ajudar mulheres em diversas áreas e está presente também nas redes sociais passando conteúdo de qualidade.

 

O empoderamento feminino na prática

Muitas pessoas assimilam o aumento do empoderamento feminino à maneira como o capitalismo se apropriou do termo para vender mais seus produtos, o que é péssimo, pois na realidade, não queremos que o empoderamento seja somente você usar uma roupa que esteja escrita “Lute como uma garota!”, mas sim que seja algo interno que você consiga transportar para seu externo, mas eu particularmente, acho que, infelizmente, essa apropriação acaba sendo um movimento natural quando temos a ascensão de algo.

E acredito que por mais que tenha coisas negativas com isso, acredito que essa ascensão possa sim ser muito positiva para que cada vez mais mulheres se entendam como mulheres, que tem sim suas forças e que podem mudar suas próprias realidades, que podem se tornar amigas e que possa também quebrar todo e qualquer movimento contrário a isso imposto pela nossa sociedade.

E se você já se considera uma mulher empoderada e/ou se está no caminho para isso, peço que questione:

O que eu posso fazer para que mais mulheres se apropriem do empoderamento real?
Para que sejam mais livres e donas de si mesmas, não tolerando abusos seja no trabalho ou por parte do parceiro, injustiças e nem nada que as discrimine?

E assim, vamos encontrando nosso lugar e entendendo que  podemos ir juntas!

 

Gostou do texto? Comente abaixo e compartilhe com suas amigas!

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *